Leite materno melhora a condição física de futuros adolescentes

O aleitamento materno do recém-nascido traz muitas vantagens em curto e longo prazo para os bebês. Um estudo confirmou benefícios recentemente descobertos, que não tinham sido pesquisados até agora. Adolescentes que são alimentados com leite materno, ao nascer, têm músculos das pernas mais fortes do que aqueles que receberam leite artificial.

Enrique García Artero, autor principal do estudo e pesquisador da Universidade de Granada, destacou que o objetivo foi analisar a relação entre a duração do aleitamento materno e a condição física na adolescência. Os resultados sugerem efeitos benéficos adicionais e fornecem apoio à amamentação como superior a qualquer outro tipo de alimentação.

Os autores perguntaram aos pais de 2.567 adolescentes sobre o tipo de alimentação que seus filhos receberam no nascimento e o tempo de duração. Os adolescentes também realizaram testes físicos para avaliar diversas habilidades, como capacidade aeróbia e força muscular.

O trabalho, que foi publicado no Journal of Nutrition, mostra que os adolescentes que foram amamentados quando bebês tinham músculos das pernas mais fortes do que aqueles que não foram amamentados. Além disso, a força muscular da perna era maior naqueles que foram amamentados por um longo período de tempo.

Esse tipo de alimentação (exclusivamente ou em combinação com outros tipos de alimentos) está associado a um melhor desempenho em saltos horizontais por meninos e meninas, independentemente de fatores morfológicos como massa gorda, altura do adolescente ou quantidade de músculos.

Adolescentes que foram amamentados entre três a cinco meses, ou por mais de seis meses, tiveram metade do risco de baixo desempenho no exercício de salto quando comparados com aqueles que nunca foram amamentados.

O autor ressaltou que até agora nenhum estudo examinou a associação entre a amamentação e a aptidão muscular futura. No entanto, os resultados coincidem com as observações feitas em relação a outros fatores neonatais, como peso ao nascer, que está positivamente relacionado com melhor condição muscular durante a adolescência.

Que importância tem a amamentação?

Se todas as crianças fossem amamentadas exclusivamente a partir do nascimento, seria possível economizar aproximadamente 1,5 milhão de vidas. A estimativa é da UNICEF, que apontou que o leite materno é o “alimento perfeito” e exclusivo durante os primeiros seis meses de vida e, adicionalmente, por dois anos ou mais.

No que diz respeito aos recém-nascidos, as vantagens nos primeiros anos de vida incluem a proteção imunológica contra alergias, doenças da pele, obesidade e diabetes, bem como uma garantia de crescimento, desenvolvimento e inteligência do bebê.

Os benefícios também envolvem substancialmente a mulher: redução da hemorragia pós-parto, anemia, mortalidade materna, risco de câncer de mama e de ovário e fortalece o vínculo afetivo entre mãe e filho. Sem esquecer o dinheiro economizado por não comprar outros tipos de leite e mamadeiras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s