Bebês com síndrome de Down x aleitamento materno

Apesar de evidências convincentes sobre os benefícios da amamentação, pouco sabemos sobre as experiências de aleitamento materno entre mães de crianças com síndrome de Down.

No Reino Unido, um grupo de profissionais – os enfermeiros – tem um papel na capacitação dessas mães, permitindo que elas tenham acesso à ajuda e ao apoio que merecem, assim que cada criança nasce.

Mães de bebês com síndrome de Down necessitam de orientação personalizada para suas necessidades para ajudá-las a amamentar e reduzir o risco de desigualdades na saúde que podem afetar os bebês seriamente.

Um artigo publicado no Learning Disability Practice destaca a dificuldade de aprendizagem dessa prática, e defende que é necessária mais investigação para explorar e melhorar a prática da amamentação neste grupo para dar aos recém-nascidos com síndrome de Down um começo de vida mais saudável.

Os autores destacam que governos e profissionais de saúde precisam dar mais atenção a esse grupo, pois a inação pode levar as mães a receberem apoio insuficiente. O autor defende que apesar das evidências convincentes sobre os benefícios do aleitamento materno, pouco se sabe sobre as experiências das mães de crianças com síndrome de Down.

Embora existam estratégias nacionais para promover o aleitamento materno e a inclusão das pessoas com síndrome de Down, não está claro se estas políticas atendem às necessidades dos bebês com Síndrome de Down e suas mães.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s