Justiça australiana proíbe mãe de amamentar porque ela fez uma tatuagem

pink-breastfeeding-instagram-580x580

Um juiz na Austrália proibiu uma mãe de amamentar seu filho porque ela recentemente fez duas tatuagens. De acordo com a sentença, o fato  de a mãe ter se tatuado “expôs seu filho de 11 meses de idade a um risco inaceitável de danos”. Mesmo com a apresentação, pela mãe, de resultados de exames negativos tanto para hepatite, quanto para HIV, o juiz alegou que os exames não eram conclusivos.

Segundo os jornais australianos, o caso foi levado perante o tribunal em meio a uma disputa acirrada entre a mãe e o pai pela guarda do bebê.  O pai teria levantado as preocupações em relação à saúde do filho depois que a mulher decidiu fazer a tatuagem num dedo e no pé.

O juiz que proferiu a sentença disse que se baseou nas orientações publicadas pela Associação Australiana de Aleitamento Materno para formar sua convicção. No entanto, Rebecca Naylor, diretora da associação, disse que ela discorda fortemente da proibição judicial. “A tatuagem é uma prática regulamentada, por isso, se você vai a um estúdio de tatuagem que é respeitável, as chances de contrair uma infecção são muito baixas. A menos que haja evidências de que ela tenha contraído uma infecção, como resultado da tatuagem, a proibição não é razoável. Aproveitamos a oportunidade para incentivar as mulheres que tenham tatuagens a amamentar seus bebês durante o tempo que eles e elas desejarem”, conclamou Naylor, em rede nacional.

A diretora da entidade australiana defende que todos expressem sua indignação e espanto em relação à decisão do juiz. Na verdade, é preciso lembrar que há poucas circunstâncias que realmente inibem ou proíbem o aleitamento materno.

Casos em que as mães não podem amamentar – parte 01

 

Casos em que as mães não podem amamentar – parte 02

O leite materno de uma mãe que tenha tatuagens, desde que essas tenham sido feitas segundo os ditames da vigilância sanitária, não irá colocar um bebê em risco. Já a decisão desse juiz australiano pode estabelecer um precedente preocupante por lá. O Tribunal de Família em Sydney ainda ouvirá uma apelação contra a proibição da amamentação.

Esperamos mudanças e mais apoio e incentivo à amamentação!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s