77% de redução na mortalidade infantil no Brasil! Essa Copa nós ganhamos!

slide_360645_4037167_free

Os 7 a 1 contra a Alemanha na Copa do Mundo de 2014 realizada aqui no Brasil serão lembrados por muito tempo como o maior vexame que a seleção já viveu em todos os mundiais já realizados. Muitas alegações podem ser feitas, até a falta que Neymar e Thiago Silva fizeram nesse jogo, mas não há como negar que esse é o resultado do despreparo, da falta de organização do nosso futebol. E não adianta chorar.

Mas, se esse é um fato para ser esquecido, há outro, incomparavelmente mais importante, que deve ser enaltecido, lembrado e aqui sim, brasileiros devem gritar em alto e bom som: somos campeões mundiais da queda de mortalidade infantil.

Foi realizado em Johanesburgo, África do Sul, entre os dias 30 de junho e 01 de julho de 2014 o Fórum da Parceria para Saúde Materna, do Recém-Nascido e da Criança (PMNCH – Partnership for Maternal, Newborn & Child Health). Esse grupo foi criado e liderado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) em 2005 e reúne 625 organizações ligadas à saúde materno-infantil, entre governos, associações, ONGs, universidades, profissionais de saúde, instituições de pesquisa e representantes do setor privado.

A meta dessa parceria é acelerar a conquista dos 8 Objetivos do Milênio, estabelecidos pela OMS no ano de 2000 para serem cumpridos até 2015.

Aliás, o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno de 2.014, comemorada sempre na primeira semana (1 a 7) de agosto, será: Breastfeeding: A Winning Goal – For Life que aqui no Brasil foi adaptado para Aleitamento Materno: uma vitória para toda a vida!, relacionando o aleitamento materno e os 8 objetivos do milênio. O 4º desses objetivos é REDUZIR A MORTALIDADE INFANTIL (Reduzir em dois terços, até 2015, a mortalidade de crianças menores de 5 anos).

Para essa reunião de Johanesburgo, foi preparado um ranking (Mortalidade Infantil: Qual é o Placar?”) entre as 32 seleções que participariam da Copa do Mundo aqui no Brasil e foram relacionados com a queda geral de mortalidade infantil entre 1990 (Copa do Mundo na Itália) e 2014 (Copa do Mundo no Brasil).

E o resultado aponta o Brasil em 1º lugar nesse período, entre os 32 países que participam dessa Copa: 77% de queda na mortalidade infantil de crianças até 5 anos de idade – de 62/1000 (199) para 14/1000 (2014) nascidos vivos.

Em números absolutos, o Brasil ocuparia a 21ª posição entre os 32 países:

– 3/1000 – Japão;

– 4/1000 – Alemanha, Bélgica, Coréia do Sul, França, Holanda, Itália, Portugal, Suíça;

– 5/1000 – Austrália, Croácia, Espanha, Grécia, Inglaterra;

– 7/1000 – Bósnia-Herzegovina, Estados Unidos, Uruguai;

– 9/1000 – Chile

– 10/1000 – Costa Rica, Rússia.

O Programa Nacional de Incentivo ao Aleitamento Materno, com um aumento das taxas de aleitamento materno (apesar de estarmos ainda muito aquém das metas da OMS) e o Programa Nacional de Imunizações, elevando a cobertura vacinal do país são apontados como dois dos principais motivos dessa redução da mortalidade infantil.

Assim, apesar da boa performance nessa avaliação, ainda temos um longo caminho pela frente para atingirmos as metas dos Objetivos do Milênio:

1) Acabar com a fome e a miséria

2) Educação Básica de qualidade para todos

3) Igualdade entre sexos e valorização da mulher

4) Reduzir a mortalidade infantil

5) Melhorar a saúde das gestantes

6) Combater a AIDS, a malária e outras doenças

7) Qualidade de vida e respeito ao meio ambiente

8) Todo mundo trabalhando pelo desenvolvimento.

Semana Mundial de Aleitamento Materno – de 1 a 7 de agosto de 2014: 

Amamentação: Uma Vitória – para toda Vida!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s