Segredo da amamentação: Victoria’s Secret não aprecia seios à mostra

bhmuj0k

Uma matéria da rede de TV americana Fox relata que, quando Ashley Clawson, perguntou a uma funcionária de uma loja da Victoria’s Secret se ela poderia amamentar seu bebê em um dos vestiários da loja, para sua surpresa, não só o seu pedido lhe foi negado, como lhe foi sugerido que ela  se dirigisse ao beco mais próximo para amamentar o bebê.  A funcionária alegou que “ninguém normalmente ia lá”, adicionando insulto à injúria à consumidora que tinha acabado de gastar 150 dólares na loja…

A Lei do Texas, estado onde o fato ocorreu, deixa claro que as mulheres têm permissão para amamentar em qualquer local público ou privado. E ao chegar em casa, Clawson decidiu compartilhar a humilhação e o constrangimento em sua página no Facebook. Ela escreveu:

“Eu tenho que me conformar e achar correto uma funcionária da Victoria’s Secret me dizer, em voz alta, que eu não deveria amamentar o meu bebê, que estava com muita fome, nem mesmo dentro do vestiário, mesmo depois de gastar uma boa quantia dentro de sua loja? Ela realmente me disse para ir lá fora e amamentar num beco, onde ‘normalmente ninguém passa. Sério??? Perdeu uma cliente com certeza”.

Do outro lado, diante da reação negativa, a marca optou por uma declaração por escrito via assessoria de imprensa:

“Levamos essa questão (provavelmente a questão deve ser o aleitamento materno) muito a sério. Mantemos uma política de longa data que permite que mães amamentem seus filhos em nossas lojas. Lamentamos que não tenha ocorrido isso neste caso. Pedimos desculpas a Sra. Clawson e estamos tomando medidas para garantir que todos os funcionários compreendam nossa política em relação ao tema e que acolham as mães que desejam amamentar em nossas lojas”.

Apesar de “levarem a questão a sério”, esta não é a primeira vez que Victoria’s Secret está sob os holofotes por tentar impedir que as mães amamentem em suas lojas. A uma mãe de Wisconsin, em 2006, a orientação foi a de que usasse o banheiro dos funcionários. O porta-voz na época, Anthony Hebron, repetiu o mesmo blá-blá-blá do incidente mais recente: a Victoria’s Secret tem uma política de longa data que permite que as mães amamentem em suas lojas. Mesmo diante de uma “política tão democrática”, as mães organizaram um protesto contra o ato discriminatório na porta da loja.

Episódios lamentáveis como esses da Victoria’s Secret não são casos isolados. Tanto nos Estados Unidos, quanto por aqui, as empresas precisam investir na capacitação de seus funcionários em relação às suas próprias políticas de aleitamento materno e às leis vigentes. O mais estranho em relação à marca é que ela parece tratar sua principal consumidora final com muito desrespeito. Seios não são apenas objetos estéticos feitos para a compra de lingerie. A propaganda sensual da marca (com seios à mostra) perde todo o sentido quando as consumidoras não podem nem ao menos expor as mamas para amamentar seus filhos nas dependências da loja, enquanto fazem compras no estabelecimento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s